Blog

Estrabismo: mitos e verdades que você precisa conhecer

Você certamente já conheceu alguém com estrabismo, ou até mesmo seja você que enfrenta esse problema. Ele é bastante comum, mas mesmo assim muitas pessoas ainda possuem muitas dúvidas sobre essa condição, o que atrapalha e muito o correto diagnóstico e tratamento. Pensando nisso, preparamos uma listinha com as principais questões que ouvimos aqui durante as nossas consultas. O que será mito e verdade sobre o estrabismo?

1 - O uso de um tampão cura o estrabismo?

Mito! Essa é uma confusão que muitas pessoas fazem. Em alguns casos de estrabismo durante a infância os oftalmologistas podem recomendar o uso de tampões sim, mas a intenção não é para resolver o alinhamento dos olhos, e sim para tratar a ambliopia, o chamado olho preguiçoso. Esse problema secundário pode se desenvolver porque nosso organismo naturalmente passa a utilizar a visão em apenas um dos olhos para evitar a visão dupla. Com isso, o olho desviado não é estimulado, desenvolvendo menos a visão.

2 - Indivíduos com síndrome de Down possuem mais chances de desenvolver a alteração?

Verdade! Pesquisas apontam que cerca de 20% das crianças com a síndrome são estrábicas.

3 - O estrabismo é só uma questão estética?

Mito! É claro que também existe uma questão estética que envolve o estrabismo, mas o problema está longe de ser ligado somente a isso. O estrabismo pode causar problemas oculares a longo prazo e prejudicar a capacidade do paciente enxergar.

4 - Após adulto não é possível operar o estrabismo

Mito! A cirurgia pode ser feita em qualquer idade. É claro que o recomendado é que ela seja feita o mais rápido possível e de preferência ainda durante a infância. Esse tratamento precoce pode ajudar a evitar problemas de visão e proporcionar um desenvolvimento mais saudável.

5 - Todo estrabismo tem indicação cirúrgica

Mito! Nem todo estrabismo precisa de cirurgia. Quando ele é causado por erros refracionais (grau de óculos), ele pode ser corrigido através do uso de lentes. Mas é importante frisar que para determinados casos a cirurgia pode ser uma opção.

6- O estrabismo em bebês é normal

Mito! Nos primeiros meses é comum os recém-nascidos apresentarem algum leve desalinhamento entre os olhos, mas o estrabismo bem definido no nascimento não é normal e necessita de acompanhamento oftalmológico.

Nossas informações foram úteis? Se você enfrenta o problema procure ajuda. O estrabismo tem cura, e o tratamento pode melhorar muito a sua qualidade de vida. 



voltar